Páginas

quarta-feira, 9 de maio de 2012

A dura realidade de uma gordinha!


Inicialmente tenho a obrigação de dizer que a um ano atrás eu pesava 83 quilos distribuídos em 1.58 de altura, meu  IMC 32,8 – Obesidade grau I.
E como Deus é bom para minha pessoa, meu namorado me pediu em casamento e eu tive que correr para entrar em um vestido de um estilista da minha então cidade (Londrina  no Paraná), apesar do vestido ser feito sob medida eu tinha que emagrecer, porque só um milagre faria eu ficar com uma bela cintura de branco, se fosse um vestido preto ainda tinha jeito! rsrsr
Como toda gordinha em desespero corri pra academia mais próxima e felizmente perdi 10 quilos em 9 meses! Peso atual 73 e IMC 29,2 – Sobrepeso.

Rááá tenho certeza que você pensou, porra caramba a menina perdeu só 1kg por mês, grande bosta feito!
Você consegue perder 4 kg ou mais por mês? Parabéns!
                                          Tá muito da gostosa magra agora né? 

Voltando....
Lógico que perder 10 kg em 9 meses é melhor que não perder nada, ou pior, ganhar mais uns quilinhos!
Me casei 6 meses atrás e a balança está na mesma, sem alterações drásticas, isso porque na lua de mel eu comi muito, (quer ir pro nordeste e comer salada? Vai lá tigrona) e ganhei 2 kg mas perdi quando voltei as atividades normais.

O que eu quero no blog é mostrar a minha luta contra a comida, porque pelo amor GENTE todo gordinho eu sei como se faz para emagrecer!
Quer saber o que fazer? Senta lá e lê...
1º Atividade física é fundamental;
2º Comer menos e melhor, incluir frutas, verduras e legumes na alimentação, trocar farinha branca pela integral, tomar muita água;
3º Comer de 3 em 3 horas para acelerar o metabolismo;
4º Procurar a orientação de um nutricionista/endocrinologista.

Eu segui as 4 etapas... SIM!!!
Sabe aquele papo de que você controla a comida e não o contrário? Comigo é muito meio complicado, como boa menina que sou me olho no espelho, aperto as dobras das costas, o barrigão, as coxas e com a determinação de um espartano juro que vou sumir com aquilo tudo, que não vou me deixar vencer que eu sou mais forte, MAS assim que sinto o cheiro de qualquer comida o pequeno espartano dentro de mim é fatalmente ferido e a boca se abre ao delicioso mundo da comilança!
Tenho total noção que se eu tivesse cortado muitas das porcarias que amo como teria emagrecido 20 kg no mínimo! Mas sabe aquela vontade de emagrecer desesperadamente que muitos dizem ser o ponto inicial para um verdadeiro emagrecimento? To esperando ele a uns anos... eu acredito que falta na verdade coragem para aceitar que emagrecer é preciso, que não to legal!
Minha intenção não é chegar no peso de todas as capas de revistas (55kg) que infelizmente é meu peso ideal... To muito a fim de chegar nos 65 e se eu chegar lá e ver que ainda não ta bom eu continuo...
Como eu disse, a intenção aqui não é fazer da dieta uma obsessão, uma causa a ser ganha a todo custo! Pretendo no decorrer dos dias mostrar a vocês as minhas dificuldades e como estou lidando com elas, com calma!
Minha luta será contra a vontade de comer, hoje mesmo almocei as 13:00 às 16:00 comi uma barra de cereal, agora são 17:04 e eu estou com vontade de comer alguma coisa! VONTADE que quase me mata, estou aqui escrevendo pra me enganar e depois vou fazer um cachecol, ler um livro pra ver se me distraio deste pensamento até às 19:00 que é quando eu jantarei...

Uma coisa muito importante sobre a minha alimentação, eu como e gosto de arroz integral, carne grelhada, muita salada, como frutas, iogurte, tomo água, adoro chá sem açúcar nesse friozinho catarinense, mas também não dispenso uma boa fatia de bolo de festa, um pedaço de torta, dez um copo de coca cola, e Cia... Não sou muito fã de doce além de um bolo e chocolate na TPM pq fora disso não como, mas me mostra um pão quentinho, um salgado e cerveja pro cê vê o bicho irracional que me transformo... Então meu desafio é mostrar pra mim mesma que eu sou capaz de resistir a tudo isso pelo menos 6 dias na semana!

Post gigante! Prometo maneirar nos próximos ou não! Rsrs

Bjusss

Nenhum comentário:

Postar um comentário